SANTO ANDRÉ: 2º turno entre Paulinho Serra e Carlos Grana

às: 20:33 , atualizado em 02 de outubro às: 20:42
1284
0
paulinnho-serra-santo-andre
Paulinho Serra, com Kim Kataguiri (esq.) e Renan Santos (d.), do Movimento Brasil Livre

Santo André terá segundo turno com Paulinho Serra (PSDB), com 35,93% dos votos, e o atual prefeito Carlos Grana (PT), com 20,24%.

Com 99% das urnas apuradas, às 20h18, o ex-prefeito Aidan Ravin (PSB) ficou em terceiro, com 17,02%, seguido por Airton Lima (SD), com 14,99%.

Raimundo Salles (PPS) ficou com 5,31%, Ricardo Alvarez (PSOL) com 3,32%c e RAfael Daniel com 3,2%.

A eleição em Santo André confirma a dificuldade do PT de reeleger Carlos Grana.

O candidato petista terá pela frente um vereador com o apoio do governador Geraldo Alckmin e identificado com os grupos que foram às ruas contra o impeachment de Dilma Rousseff, como Kim Kataguiri e Renan Santos, do Movimento Brasil Livre.

Terá também, salvo alguma traição de última hora, o apoio do ex-prefeito Aidan Ravin, que trocou o PTB pelo PSB e ficou em terceiro.

Aidan não terá motivo para liberar seus eleitores ou apoiar Grana. E mesmo que o faça, seus eleitores simplesmente não o seguirão.

O cenário para o Paulinho, portanto, é o melhor possível para o segundo turno.

Ironia da história: tem mais chance de virar prefeito o vereador tucano que virou casaca no início do governo de Carlos Grana, ao aceitar o convite-isca do prefeito de integrar seu secretariado.

Grana contava com essa passagem pelo governo para neutralizar o sentimento tucano e antipetista encarnado pelo vereador.

Mas o sentimento antipetista em Santo André, aparentemente, falou ainda mais alto do que as oscilações ideológicas de Paulinho, que entra no segundo turno como franco favorito.

 

SEM COMENTÁRIOS